Curiosamente em uma conversa a gente consegue perceber quanto conhecimento a gente adquiriu e quanto disto pode ser usado como ferramenta prática em nossas vidas, não é mesmo? Justamente em mais uma conversa com amigos, idealizamos um processo, que vou chamar, de exorcismo pessoal.

O caso era o seguinte, um casal de amigos estavam morando em uma casa de aluguel e neste local estavam ocorrendo muitas manifestações espirituais desagradáveis, gerando perturbação energética e espiritual para os dois. Isso chegando a afetar a saúde dos mesmos e também criando efeitos físicos como móveis se movendo sozinhos, entre outras coisas.

Eles relataram que queriam mudar de imóvel, mas o dono da casa não ficou muito feliz, chegando até a xingar a consultora imobiliária que havia feito a locação do imóvel para esse casal de amigos. Após isso, as manifestações e perturbações aumentaram, chegando a até mesmo relatar que a escrivaninha do escritório se movimentou bloqueando a porta por dentro.

Além disso outras manifestações sentidas eram dores no corpo, sem explicação, mãos esquentando, parecendo que estava pegando fogo, etc.

Esses relatos são de claro ataque espiritual, porém não podemos prever de onde isso vem, muito menos saber se já era de algum habitante da casa ou até mesmo se é uma demanda inconsciente do dono da casa, devido ao desentendimento quanto ao destrato do aluguel.

Mas, sempre temos ferramentas para combater essas situações, neste caso eu recomendei esse ritual de “Exorcismo Pessoal”, para que ambos fizessem, primeiramente um banho de limpeza e de defesa, depois um amuleto de proteção pessoal e por fim um filtro para o ambiente.

Passo 1: Banho de Limpeza e Defesa

Prepare um banho com Sal Grosso e Arruda e um outro banho com Manjericão, Rosa Branca e Arruda. Arranje dois pedaços de carvão, desses de churrasco mesmo, e é importante que o carvão seja de uso pessoal. No caso acima citei um casal, então cada um tem que usar dois pedaços de carvão diferentes.

Tome seu banho higienico normalmente e após isso coloque os pedaços de carvão no chão e pise sobre os mesmos, proceda com o Banho de Limpeza (Sal Grosso e Arruda), da cabeça aos pés, após isso proceda com o Banho de Defesa (Manjericão, Rosa Branca e Arruda).

Jogue os pedaços de carvão fora.

Passo 2: Amuleto de Proteção Pessoal

Pegue um pedaço de fita vermelha do tamanho do seu antebraço, segure-a em sua mão esquerda enquanto faz sinais de cruz com a mão direita por sobre a fita e reze nele um Salmo 93, um Salmo 23, uma oração de São Jorge, um Pai Nosso e uma Ave Maria.

Amarre essa fita no punho ou no tornozelo com três nós, enquanto conjura o mesmo dizendo em voz alta:

“Que esse amuleto feito com esta fita rezada seja um escudo de proteção para mim” (Repita por três vezes, uma a cada nó)

Passo 3: Filtro de Energia

Deixe atrás da porta de entrada um copo com água com um pedaço de carvão dentro. Troque o mesmo a cada sete dias.

Tenha em mente que o carvão afundar rapidamente significa que há muita energia densa entrando no ambiente e que pode possivelmente atingir os moradores, por isso é que é necessário tomar banhos de limpeza e defesas periódicos, assim como fazer certos rituais de proteção.

Um outro filtro que recomendo fazer uso, caso o carvão esteja afundando demais é pegar um recipiente de vidro e colocar um tanto de sal grosso, enterrar uma cabeça de alho inteira e completar com mais sal grosso. Isso servirá como um “para-raios” para as energias densas.

Outras Dicas:

Crie o hábito de acender incensos periodicamente em casa, mas dê preferência aos incensos resinosos ou aos incensos com mais qualidade. Incensos de um real, não são bons, só possuem madeira e essência, tem baixa propriedade terapêutica, baixa liberação de energia e pode ser tóxico. Existem alguns bons incensos de marcas como Inca, Phoneix e também Milagros, que vocês podem usar.