Santa Rita de Cássia

Santa RitaSanta Rita é a responsável a frente da terceira falange da primeira Linha, a de Oxalá, para a Umbanda Tradicional. Uma curiosidade é que seu nome é um diminutivo da palavra em italiano Margherita, que deu origem a o nome Margarida, que em sua tradução do latim pode significar pérola, criatura de luz ou uma pessoa iluminada.

História de Santa Rita

Margherita Lotti  ou Santa Rita é considerada a santa das causas impossíveis e tem como data de nascimento aceita o ano de 1381, na cidade de Rocca Porena, na Itália. Seu nome mais conhecido Santa Rita de Cássia advém justamente desse local, que se encontrava na região chamada de Cássia, na província de Úmbria. Nessa província encontramos outras figuras proeminentes do cristianismo como São Francisco de Assis, São Bento e Santa Clara.

Os pais de Margherita eram tidos como grandes cristãos que se entregavam para a caridade, auxiliando os vizinhos mais necessitados tanto espiritual quanto materialmente. A própria concepção de Margherita é tida como um milagre, pois sua mãe contava com 62 anos de idade já quando recebera a visita de um anjo trazendo o anúncio de que ela seria mãe de uma menina, que fora escolhida por Deus para trabalhar em seu nome na terra.

Um dos primeiros milagres atribuídos a pequena Rita é o de receber em sua  boca, quando bebê, um enxame de abelhas a depositar mel sem lhe ferroar. Além disso, um homem passava ao largo, estando ferido por causa de um corte com uma foice, percebeu o enxame em cima do bebê e passou a enxotá-lo, quando da surpresa do mesmo, percebeu que sua mão deixara de sangrar e o ferimento havia se fechado. Conta-se que as abelhas seguiam Rita a todos os locais, inclusive ao mosteiro de Cássia,  onde ficavam nas paredes do Jardim Interno.

A jovem que se tornaria santa, ao contrário do que o senso comum prega, fora casada com um homem chamado Paulo Fernando. Diz-se que ele era uma pessoa má, com um caráter bem deturpado e sem temor a Deus. Passou 18 anos ao lado do esposo grosseiro e brutal, sendo espancada, porém em nada reclamava, sempre obediente a Deus, acreditando na sua fé. Com tanta abnegação de Rita, o próprio marido passou por uma transformação deixando de ser um ser maléfico e passando a se tornar uma pessoa respeitosa. O próprio esposo convertera-se e começava a trilhar um bom caminho. Com ele teve dois filhos: João Tiago e Paulo Maria.

Seu marido, apesar da mudança, possuía karmas para aliviar, então fora assassinado pelos muitos inimigos que fizera em vida. Rita, prontamente passou a se dedicar completamente aos filhos, nos quais percebia a semente da vingança brotando, o que lhe causava muita preocupação.  Rita nesse momento percebeu que nada poderia fazer para salvar as almas dos seus filhos, pois os mesmos iriam cometer desatinos e tentar vingar seu pai, assim o sangue seria pago com sangue, mas a que custo? Rita pôs-se a orar, pedindo a Jesus que intercedesse e que se nada pudesse ocorrer para evitar que se tornassem criminosos, então que Jesus levasse a alma deles ainda inocente desta vida. Os dois filhos ficaram doentes e acabaram por morrer. Sozinha, procurou abrigo em um mosteiro Agostiano de Santa Maria Madalena, onde fora rejeitada, por ser viúva. Rita, então, ouviu em seus momentos de oração alguém chamar seu nome por algumas vezes. Procurando a origem da voz, encontrou três e os reconheceu sendo eles: São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolau de Tolentino. Seguindo os mesmos ela se deparou com as portas do mosteiro que a havia rejeitado. O milagre ocorrera aqui, pois Rita conseguiu entrar no mosteiro sem abrir as portas, atravessando a mesma (ou sendo transportada) e assim, as freiras viram o sinal divino e admitiram a viúva agora em missão religiosa.

Santa Rita é tida como santa das causas impossíveis, devido a um fato em sua vida. A madre Superiora para provocar a noviça pedia para ela regar um galho seco, todos os dias. Mesmo sabendo que o galho estava morto e sob o olhar jocoso e as risadas impiedosas das demais irmãs, Rita continuava a regar o galho e o fez por mais de um ano. O milagre ocorrera quando o galho em um dia começou a dar brotos, então folhas e uma videira inteira se desenvolveu completamente daquele galho morto. Essa videira existe até os dias atuais no convento.

Já quase próximo a sua morte, Rita já acometida de doenças, recebeu graças de Deus, pois sua horta, mesmo durante um rigoroso inverno, tinha sempre uma roseira repleta de flores e uma figueira com vários e suculentos frutos.

Rita depois de 78 anos terrenos e 40 em serviço religioso, sucumbe a doença e morre no dia 22 de maio de 1457. Diz-se que quando deu seu desencarne os sinos do convento começaram a tocar de forma automática, sem o concurso de nenhum ser encarnado. Em sua iconografia é muito comum ver uma “mancha” ou “ferida” no centro da testa, isso se deve a um dos seus muitos causos misteriosos, onde um espinho da cruz de Jesus teria a ferido, criando uma das chagas atribuídas aos santos. Após sua morte, a ferida que sempre se encontrava purulenta e com aspecto desagradável, transfigurou-se e se tornou um grande rubi.

Oração a Santa Rita de Cássia

Ó Deus, 
que vos dignastes conferir à Bem-aventurada Rita tamanha graça que, 
havendo-vos ela imitado no amor dos seus inimigos, 
trouxesse no coração e na fronte os sinais de vossa caridade e sofrimento, 
concedei-nos, 
vos suplicamos, 
que pela sua intercessão e merecimentos 
amemos os nossos inimigos, 
e com o espinho da compunção perenemente 
contemplemos as dores de vossa paixão 
e assim mereçamos o prêmio por vós prometido 
aos que choram e têm manso o coração. 
Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém.

Santa RitaSanta Rita dentro da Umbanda

Santa Rita é tida como uma das mais poderosas figuras dentro da linha de Oxalá, sendo extremamente temida pela baixa espiritualidade, pois a mesma conseguiu se abnegar e pedir ao próprio Cristo-Jesus que levasse, ou seja, matasse seus filhos. Sendo assim ela encabeça como chefe a terceira falange da primeira Linha da Fé, a linha de Oxalá, sendo subordinada diretamente a Jesus.

Essa falange é composta por uma maioria de entidades (espíritos e encantados) de natureza feminino. Atuam dentro de espaços religiosos (terreiros, roças, igrejas e outros) promovendo a harmonia. Também equilibram sempre as disputas nos lares e na família, trabalhando para a conversão dos pecados em benefícios e dádivas.

Assim como a Santa em sua vida fez, as entidades sob sua direção são extremamente disciplinadas e não perdem a fé jamais. Promovem com grande sabedoria uma grande batalha contra o mal, contra a perfídia e contra a maledicência. Atuam também coibindo as pessoas desencaminhadas, trazendo a elas a Justiça pela Fé. Colocam acima de tudo a obrigação e o dever, em detrimento do prazer mundano. Se você escolher ao invés de ir para a gira de assistência caritativa, ir a um bar, com certeza Santa Rita e sua Falange estarão atuando em você, para lhe mostrar os prejuízos que serão causados através do consumo de substâncias nocivas, em um momento que deveria estar sendo exercida a caridade.

Dentro dos elementos ofertados para essa falange temos as rosas, o mel, a vela de cera de abelha e também o figo. Não se oferece bebidas alcoólicas a essa falange, como a toda linha de Oxalá, bastando somente Água.  Raramente um espírito dessa falange irá incorporar, se ocorrer a manifestação por mediunidade será pela intuitiva, inspirativa ou psicografia. Dia 22 de Maio – Comemoração de Santa Rita de Cássia.

Rogatório de santa Rita.Santa Rita

Fostes a rosa preferida, ó Santa Rita de Jesus.
Ensinas-me lição de vida: sofrer, amar, levando a cruz

1. Ah! Não há rosa sem espinhos, não no canteiro de Jesus. Lá quem quiser ganhar a vida tem que levar a sua cruz.
2. Neste jardim foi semeada Rita de Cássia, a rosa flor, que deixou tudo nesta vida porque entendeu o que é o amor.
3. Nem sofrimentos e família desiludiu sua decisão: seguir somente a Jesus Cristo, jamais trair seu coração.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...