EEE em Estudo – Parte IV / Espíritos Batedores e Perturbadores

Painel Interno Parte IVEssa quarta parte é a que finaliza o estudo dos espíritos da Terceira Ordem, a dos Espíritos Imperfeitos. Se você perdeu os textos anteriores, clica aqui para conferi-los antes de prosseguir com a leitura abaixo.

Sexta classe. Espíritos Batedores e Perturbadores

“Estes espíritos não formam, propriamente falando, uma classe distinta quanto às suas qualidades pessoais, e podem pertencer a todas as classes da terceira ordem. Manifestam frequentemente sua presença por efeitos sensíveis e físicos, como golpes, movimento e deslocamento anormal de corpos sólidos, agitação do ar, etc. Parece que estão mais apegados à matéria do que os outros, sendo os agentes principais das vicissitudes dos elementos do globo, quer pela sua ação sobre o ar, a água, o fogo, os corpos sólidos ou nas entranhas da terra. Reconhece-se que esses fenômenos não são devidos a uma causa fortuita e física, quando têm um caráter intencional e inteligente. Todos os Espíritos podem produzir esses fenômenos, mas os Espíritos elevados os deixam, em geral, a cargo dos Espíritos subalternos, mais aptos para as coisas materiais que para as inteligentes. Quando julgam que as manifestações desse gênero são úteis, servem-se desses espíritos como auxiliares.” – Allan Kardec

Meus comentários: Na afirmação de Kardec, percebemos que os Espíritos mais adiantados se utilizam do concurso de outros espíritos como auxiliares, quando necessitam intervir no mundo material ou entre os encarnados. Isso é algo que já abre muita pauta para reflexão, principalmente entre os Espíritas e Umbandistas, que se julgam detentores de uma elevação superior, simplesmente por terem escolhido essas “religiões” para seguirem.

A Criação é perfeita, Deus deu função a tudo. Logo, os espíritos menos evoluídos não seriam destituídos de alguma função ou atividade na Criação. Mesmo que não saibamos interpretar ainda como se procedem os desígnios e suas atividades ou que suas atividades sejam de formas não-éticas ou pelo menos não sigam a nossa ética humana.

No alvorecer da doutrina espírita, Kardec se comunicava com os Espíritos através de batidas, nas famosas mesas girantes. Possivelmente os espíritos que manipulavam essas mesas pertenciam a essa classe, porém as informações que eles passavam eram ditadas ou instruídas pelos espíritos superiores. Então os espíritos dessa classe seriam o operador do telegrafo, a mesa o telegrafo e o espírito adiantado seria quem escreveu a mensagem.

Essa facilidade que esses espíritos batedores possuem se dá pelo seu atraso e apego a material, logo pela questão vibratória estão mais afins com o fluído elétrico ou espiritual que encontramos próximos a crosta terrestre.

Ainda podemos perceber que Kardec pondera que alguns desses espíritos atuam nos elementos, seriam os elementais. Como disse que o estudo seria pautado na visão dos espíritos humanos, não vou entrar em pormenores sobre isso, mas aqui já na própria codificação espírita, encontramos a evidência de Elementais, ou seja, espíritos que manipulam os elementos e acabam manipulando os eventos físicos também de grandes proporções.  Olha os encantados que os povos indígenas e africanos já conheciam aparecendo para nós novamente.


Aqui encerramos as ponderações sobre a Ordem dos Espíritos Imperfeitos, nos próximos textos iremos tratar dos Espíritos da Segunda Ordem: Os Bons Espíritos.

Acompanhe toda a série: Escala Evolutiva dos Espíritos em Estudo e deixe seus comentários, dúvidas, críticas ou sugestões aí embaixo.

Caso queira se aprofundar em mais estudos, possuímos um grupo no Facebook chamado Espiritualidade em Estudo. Peça sua admissão e esteja preparado para mais informações.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...