Ensaio sobre Vícios

Antes de falar sobre vício é necessário entender o que significa esta palavra. Segundo o dicionário Aulete vício é uma Dependência física e/ou psicológica de determinada substância ou prática: ex. vício em droga; vício no jogo. Também se considera vício o costume de uma prática moralmente censurável ou nociva à saúde ou ao convívio humano.

É sabido, do ponto de vista espiritual, que os espíritos sempre estão em contato conosco, nos influenciando e participando de nossas vidas, sejam eles os espíritos guardiões, protetores, familiares e/ou simpáticos.

Como dito no Livro dos Espíritos, capítulo 9 – Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal, a pergunta 456.

 456 – Os Espíritos vêem tudo o que fazemos?

– Eles podem ver, porque vos rodeiam incessantemente. Cada um vê apenas as coisas sobre as quais dirige sua atenção. Não se preocupam com o que lhes é indiferente.

Nesta pergunta podemos tirar várias elucidações. Em momento algum se fala só dos espíritos bondosos e/ou iluminados, mas de todos os espíritos e sabemos que eles nos influenciam. Logo é bem plausível crer que a influência em determinadas atitudes advêm da sugestão espiritual, que encontra espaço nas mentes perturbadas ou mais fragilizadas.

No mesmo capítulo encontramos mais informações sobre como eles influenciam nossos pensamentos e ações.

É tácito compreender que se uma entidade espiritual era viciada em sua vida corpórea, não é porque ela desvinculou-se do aparelho material, que perderá seu vício, pois o vício é mais profundo, é algo incrustado na mente espiritual. Logo esse Ser viciado irá procurar os espíritos encarnados afins, que se sintoniza com ele em suas necessidades, para exaurir através de seus influxos energéticos as energias das drogas, das bebidas, das jogatinas, das atividades sexuais perniciosas e outras tantas coisas.

O vício não é só o de substâncias consideradas ilegais. As chamadas drogas legais também e até algumas práticas um tanto quanto corriqueiras de nossa vida. O glutão por comer demasiadamente é um viciado em comida, logo ele também atrai os mesmos seres com a mesma freqüência vibratória que ele. É a lei do semelhante atrai semelhante.

O que é necessário destacar é que na vida tudo têm que ser feito em equilíbrio. Não é necessário se abster das coisas básicas da vida: comida, amor, doces, jogos e afins. O que se tem que levar em consideração, é claro, é como nós lidamos com essas atitudes em nossas vidas. Tomar uma cerveja é compreensível, tomar um engradado simplesmente para ficar bêbado é condenável.

Muitas vezes somos influenciados pelos espíritos não iluminados a tomar mais um gole, a comer mais uma garfada e a ter mais uma parceira/o sexual. É aí que entra a tão bendita reforma íntima.

Fénelon no Livro dos Espíritos já diz que o homem conseguirá se depurar e atingir a melhoria assim que em detrimento das coisas materiais focarem-se principalmente no princípio moral de sua vida. Ou seja, quando nos focarmos que as atitudes que tomamos na vida são as verdadeiras guias de nossa existência e não a simples necessidade do possuir e do fazer materialmente. Quando almejarmos uma visão de que a continuidade da vida é perene, e que de fato irá acabar por nos desafiar com todos os erros que cometemos em nossas múltiplas existências, aí sim, será começado o trabalho da verdadeira regeneração.

Não podemos também só culpar a atividade espiritual por isso. Somos culpados em todos os processos obsessivos e o que não é o vício se não um processo de obsessão?

Ao abrirmos as portas para as energias se sintonizarem conosco já cometemos um grande erro. Dificuldades na vida todos passam, a forma como você encara as dificuldades é que define o quão determinado você está para melhorar. Muitos não têm essa consciência, principalmente quem não tem uma visão espiritualista da vida, então é nossa obrigação ajudá-los nessa seara, através da prática da caridade. Caridade não é apenas doar dinheiro, levar comida, abrigo ou agasalho a quem necessita, a caridade começa dentro do seio familiar, e é iniciada pela boa conversa, pelo perdão e acima de tudo pelo AMOR.

Como podemos ajudar a neutralizar a influência dos maus Espíritos? Simplesmente fazendo o bem e colocando Deus acima de todas as coisas. Assim iremos criar um padrão vibratório que não será acessível por essas entidades do baixo-astral, e elas vendo que seu trabalho é infrutífero irá simplesmente se cansar e procurar um novo alvo.

É importante destacar a pergunta número 479 do Livro dos Espíritos.

479 – A prece é um meio eficaz para curar a obsessão?

– A prece é em tudo um poderoso auxílio. Mas, acreditai, não basta murmurar algumas palavras para obter o que se deseja. Deus assiste aqueles que agem e não aqueles que se limitam a pedir. É preciso que o obsediado faça, por seu lado, o necessário para destruir em si mesmo a causa que atrai os maus Espíritos.

Não quero por assim dizer que não devemos ter os prazeres materiais que se encontram a nossa disposição, não. O que pretendo expor é que devemos saber como geri-los em nossas vidas, sem virarmos escravos materialistas.

Temos que, novamente, encontrar o equilíbrio em tudo. Deus proveu todas as coisas da Terra para estimular-nos a progredir em cumprimento de nossas missões e também servir de tentações para testar nossa vontade e nossa perseverança. Novamente citando o Livro dos Espíritos, o objetivo dessa tentação é: “Desenvolver nossa razão, que deve preservar-nos dos excessos”.

O homem pode vencer suas más tendências pelo esforço, isso é dito também no livro acima citado e em quase todas as obras religiosas sejam elas a Bíblia, Torah, Alcorão, Vedas e afins. O que nos falta é à vontade, é essa que precisamos nos esforçar e doutrinar.

E lembrando, que os espíritos categorizaram que o Egoísmo é o pior dentre todos os vícios que o ser humano pode experimentar. E que dele é que deriva todo o mal. Então é chegada à hora de avaliarmos nossas vidas e antes de levantar o dedo e apontar um viciado, olhar para nós e vermos que nós também somos viciados, talvez na preguiça, na maledicência, na ignorância, na grosseria, na falta de paciência e altruísmo e acima de tudo na falta de Amor.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...