Viagem no tempo

O ser humano sempre pode viajar no tempo. Nossa máquina do tempo chama-se memória.
É bom curtir o que passou, sem se esquecer que vivemos no presente.
Memória é dádiva abençoada, onde um simples lembrar nos transporta a anos passados.
Quem não pensa na infância e logo vem a mente o gosto do refrigerante da época ou das guloseimas?
Aquele cheirinho de bolo da avó recém saído do forno?
Vamos usar nossa memória para reavaliar as lições aprendidas e os erros cometidos.
Criar o nosso presente mais sabiamente e suspirar pelos minutos perdidos.
O hoje será o ontem e o amanhã pode nunca chegar, mas pelo menos sabemos que nosso passado para sempre lá estará.
Viva a vida, dia-a-dia.

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...