20 de Janeiro – Oxóssi é São Sebastião?

oxóssiHoje é dia de São Sebastião, para muitos sincretizado com Oxóssi e para alguns sincretizado com Ogum. Porém falaremos aqui mais do aspecto dele como o associado sincreticamente a Oxóssi. Antes de mais nada eu recomendo que escutem o Caminhos Podcast 05 para saber mais sobre sincretismo, pois temos uma visão muito deturpada do que é o mesmo.

Quem é São Sebastião?

Em algum momento da vida nós nos deparamos com um ícone de um homem desnudo com diversos ferimentos de flechas ou até mesmo com as flechas ainda incrustadas em seu corpo, preso a uma árvore. São Sebastião é um dos mais populares santos católicos e também advém da época dos mártires da Igreja.

Segundo a lenda, o soldado romano era nascido em Narbonne, uma região da França, por volta de 256 AEC e morreu em 286 DEC. Seu nome é derivado do termo em grego sebastós, que significaria algo como venerável.

Diz a lenda que servia as fileiras romanas, para insuflar no coração dos soldados alquebrados, ânimo e esperança com a boa nova cristã. Porém devido a sua conduta, tida como branda, para com os prisioneiros que professavam fé cristão, foi condenado por Diocleciano (Imperador Romano) a morte. Sua sentença se daria por meio de flechadas. Teria sido amarrado a uma árvore e então sido alvo de inúmeras flechas, dado como morto, seu corpo seria atirado em um rio, mas o mártir ainda não havia desencarnado, sendo socorrido por Santa Irene. Sua morte ocorreria de fato tempos depois por meio de espancamento.

Assim como São Jorge, com quem muitas vezes divide o sincretismo entre Oxóssi e Ogum, é um dos santos que não tem historicamente fatos que comprovem sua existência, sendo creditada a essa figura mais uma alegoria ou a construção de um mito, para dar base ao corpo doutrinário católico da era medieval.

Associação com Oxóssi e seu trabalho na Umbanda

Em um outro artigo sobre Oxóssi falamos mais sobre a figura do Orixá, portanto recomendo a leitura do mesmo para que possam compreender a figura do orixá africano reinterpretado na visão umbandista. Para isso também recomendo o texto “Oxóssi não come mel?” para uma compreensão melhor sobre como os mitos se modificam e como os orixás de Umbanda não são exatamente os Orixás Africanos ou que o Candomblé cultua.

Dentro da Umbanda, a linha de trabalho dos Caboclos são tidas como sustentadas pela força de Oxóssi, e por consequência de São Sebastião, porém não há claramente nada que simbolize o Santo e o Orixá como forças idênticas e a sua relação ao trabalho da linha de Caboclos. Nossa única suposição é o simbolismo da flecha, porém parece-nos forçada essa relação, pois os índios usavam das flechas (diferentes das europeias) de formas similares aos europeus, mas de formas distintas em sua concepção, sua feitura e até mesmo o jeito de se usar o arco e a flecha.

De qualquer forma, temos dentro da força desse Santo e Orixá a sustentação de todos os caboclos, inclusive aqueles que não estão exatamente dentro da Linha de Oxóssi, como os Caboclos de Xangô, de Ogum e os Caboclos Kimbandeiros. Se for caboclo, está sendo irradiado por Oxóssi e São Sebastião, sendo que outras forçam podem cruzar (ou entrecruzar) esse domínio, como são caboclos clássicos como Rompe-Mato (Ogum), Itapuã (Xangô) e Arranca-Toco (Kimbandeiro).

Trabalhos dos falangeiros de São Sebastião

Dentre os trabalhos efetuados pelos caboclos está a doutrinação, a cura pela palavra, a procura de ânimo e a exaltação de que dias melhores virão. Seja de que linha venha o caboclo, podemos notar sempre em suas atitudes e palavras, força e ação. Muitos trabalham com doenças emocionais, ajudando aos consulentes a saírem da inércia que os cercam, dando conforte e ânimo e demonstrando como é possível voltar a caminhar com suas próprias forças.

Geralmente quem tem associação com esse santo/orixá, acaba se demonstrando bem falante, comunicativo e propenso a estudos mais profundos. Além disso há grande interesse na curiosidade, na cura e principalmente no trabalho religioso como orador.

Uma oração poderosa de São Sebastião, vem a seguir, para trazer acalento a todos que nesse dia 20 de Janeiro, comemoram a sua ascensão.

“São Sebastião glorioso mártir de Jesus Cristo e poderoso advogado contra a peste, defendei a mim, minha família e todo o país do terrível flagelo da peste e de todos os males para que servindo a Jesus Cristo alcancemos a graça de participar de vossa Glória no céu. Amém.”

 

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...