Estudando o Livro dos Espíritos – Pergunta 1,2,3.

estudando-kardecsEssa coluna tem a intenção de comentar sobre as questões abordadas no Livro dos Espíritos. Irei dar a minha interpretação, opinião e muitas vezes contestação sobre as questões feitas aos Espíritos por Kardec. Longe de mim ser a Verdade, a proposta é justamente incentivar aos leitores a fazer o mesmo e procurar exercitar o discernimento e raciocínio. Então se a minha opinião lhe parecer ácida demais, coloque a sua opinião nos comentários, assim criamos um grupo de estudos autônomo. Bons estudos a todos.

As perguntas, respostas e comentários de Kardec estão com indentação avançada.

Capítulo I – De Deus – Deus e o Infinito

1. Que é Deus?

“Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.”

A primeira pergunta feita por Kardec aos Espíritos foi justamente o que é Deus?

Despersonalizando o Criador, pois o mesmo é a origem de tudo. A inteligência suprema e o arquiteto universal.

Não há muito para elaborar devido a nossa parca capacidade humana. Deus é anterior ao tempo, mas se não existia o tempo como podemos considerar algo anterior. Pela falta de termos e da compreensão necessária é que Deus é um assunto muito complexo. Discutimos isso a milênios e ainda não se chegou a uma dedução clara, portanto fiquemos com a explicação dos Espíritos, apesar de limitada a nossa parca capacidade de compreensão, nos satisfaz por hora.

2. Que se deve entender por infinito?
“O que não tem começo nem fim: o desconhecido; tudo o que é desconhecido é infinito.”

3. Poder-se-ia dizer que Deus é o infinito?
“Definição incompleta. Pobreza da linguagem humana, insuficiente para definir o que está acima da linguagem dos homens.”

Deus é infinito em suas perfeições, mas o infinito é uma abstração. Dizer que Deus é o infinito é tomar o atributo de uma coisa pela coisa mesma, é definir uma coisa que não está conhecida por uma outra que não o está mais do que a primeira.

O Infinito é aquilo que não tem começo ou fim; e também tudo que é desconhecido é infinito. Deus por ser algo além de nossa compreensão geralmente é descrito como o ser infinito, mas os Espíritos nos alertam que isso é apenas uma definição incompleta, devido a nossa insuficiência de linguagem para expressar.

Deus é anterior ao tempo, ao espaço, a criação e logo ao conceito de infinito. Não há como quantificá-lo, qualificá-lo ou expressá-lo com conceitos humanos finitos.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...

  • Cláudia

    Estou encantada com este blog. De maneira simples explica sobre a espiritualidade em geral. Aprecio muito o espiritismo da umbanda, mas sigo o espiritismo de Kardec e pesquiso também sobre Ramatís. Há muito queria encontrar em espaço como seu onde fala sobre o espiritismo como um todo e não somente uma vertente. Já me decepcionei com alguns grupos de estudo espírita que colocam bloqueios aos participantes, não deixando-os postarem ou comentarem sobre Ramatís ou Umbanda. Acho muito interessante o que você faz aqui. E com certeza teria de vir de um geminiano cheio de informação e agilidade mental Parabéns! Também gosto muito de astrologia, a qual estudo também.

    • Eu agradeço os elogios e fico feliz em saber que o tempo e trabalho que dedicamos a esse blog esteja surtindo resultados.
      Paz e Luz!