Deuses Gregos – Afrodite

Deusa da beleza, do amor e da sexualidade. Apesar de ser considerada uma deusa, e assim ser chamada, Afrodite foi gerada do pai do Titã Cronos, Urano. Quando Cronos destronou seu pai, castrou-lhe atirando-lhe os testículos no mar, e da espuma do mar surgiu Afrodite.

Por ter uma beleza suprema, Zeus temeu que o ciúme pudesse findar a paz no Olimpo, então ele a casou com Hefesto, que não era visto como uma ameaça. Apesar de ser casada Afrodite teve várias relações extraconjugais, com mortais e deuses, entre eles Hermes, gerando o Hermafrodito, Dionísio e Ares.

Possuía um cinturão com todos seus atributos, este mesmo cinturão que foi emprestado a Hera, para seduzir Zeus e favorecer os gregos na Guerra de Troia.  Este cinturão era feito de ouro, entrelaçado com filigranas mágicas, e foi presente de seu marido Hefésto.  Porém, Afrodite usou-o diversas vezes para seduzir outros homens, sejam mortais ou deuses.

Seu nome significa “Espuma do Mar”, ou seja, designa de onde ela surgiu e foi gerada. Teve papel importante no mito de Éros e Psique. Afrodite era ciumenta com todos aqueles que desafiassem sua beleza. Também é conhecida por ter provocado a guerra de Troia ao subornar Páris. Psiquê e Andrômeda também sucumbiram ao seu ciúmes.

Afrodite sempre foi infiel, não se satisfazia com o tipo esposa, mais personificado por Hera. Dentre os amantes mortais o mais famoso é Adônis, com quem teve três filhos, dois mortais e belos e um feio e imortal chamado Príapo.

Afrodite podia não só encantar uma pessoa pela sua beleza mas também com seu olhar, com contato físico, mental, pelo cheiro e pelo som. A palavra afrodisíaco tem origem nessa deusa, que é uma substância com capacidade de provocar melhoria e desejo sexual a quem ingerir a mesma.

Em Corinto, praticava-se o que se chama de prostituição religiosa, as sacerdotisas do templo era tidas como prostitutas sagradas que serviam, através do sexo, de conexão com a deusa, para adorá-la e também tentar ser agraciado com uma dádiva da deusa.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...