O que é Folk Magick?

Para praticar magia são necessários paramentos, círculos mágicos, diversos elementos, roupas extravagantes e ler dois milhões de livros antigos? Não, pois, parafraseando Crowley, “magia é a capacidade de mudar a realidade de acordo com a sua Vontade”, ou ainda, Eliphas Levi: “A magia é a ciência tradicional dos segredos da natureza”. Logo, basta apenas você desejar de verdade e realizar isso, por meio do seu poder criativo ou realizador.

O grande problema é realmente conseguir extrair essa sua Vontade em meio a contas a pagar, problemas na família, emergências de saúde e questões financeiras do dia-a-dia. Além de todas as preocupações, temos também as atribulações do tempo moderno, as dificuldades em encontrar um espaço silencioso e até mesmo tempo para as práticas que devemos sempre exercitar. Justamente por essas dificuldades, possuímos a capacidade de usar elementos, figuras, focos de magia para canalizar essa vontade de forma que ela realmente se transforme em poder mágico. Aliás a palavra FOCO é algo que eu usarei muito, não no sentido de manter a concentração, mas no sentido de ser algo, um objeto, concentrador, podendo usar o termo FOCO MÁGICO. São focos mágicos, as velas, as ervas, os itens, as cores, os óleos e etc.

Dentre as práticas mágicas as que mais gosto envolve o que se chama de Folk Magic ou Folk Magick, que em tradução livre seria Magia Folclórica, ou melhor, ainda, Magia Popular. Não é apenas um sistema de magia, mas várias práticas mágicas populares, que podem mudar e se conjugar conforme a cultura de uma vila, de um povo, de uma etnia. Dentre as muitas práticas, podemos destacar o Hoodoo, a Magia de Umbanda, o HexCraft, o Pow-Wow e vários mais, incluindo as simpatias e a magia católica popular.

Praticamente TODOS já praticaram algum tipo de Folk Magick em suas vidas, mesmo que não tivessem consciência disto no momento. Apesar do termo Folclore ou Popular, ter adquirido conotações pejorativas ou simplistas, podemos encontrar magias poderosas e eficientes, tanto para o bem, quanto para o mal. Em uma série de artigos, iremos mergulhar nesse fantástico universo mágico.

Mas basicamente é o uso de elementos, de rezas, de encantamentos e da prática e fé popular para conseguir um efeito desejado. Não podemos dizer que essa prática tenha uma conotação pessoal ou até mesmo maniqueísta, porém pode-se fazer, sem julgar, tanto magias com efeitos positivos, quanto efeitos negativos. A questão da justificativa é muito presente em alguns sistemas como o caso do Hoodoo, mas completamente ignorada nas simpatias populares e em sistemas como, por exemplo, o HexCraft. Aliás, dizer que irá fazer um HEX1 ou “Hexing Someone” é o mesmo que dizer que irá amaldiçoar ou rogar uma praga a alguém, dentro do sistema HexCraft ou Pow-Wow.  Porém quem o faz, justifica o porquê o fez com o seguinte dizer: “Antes ele do que eu” e isso faz parte da prática passada por gerações.

Claro que aqui por termos uma orientação clara quanto a magias positivas e negativas, evitaremos em falar nas negativas, ou melhor, em incentivá-las, pois muitas vezes precisamos saber como determinadas magias negativas são feitas justamente para desfazê-las ou até mesmo compreender o limite entre o positivo e o negativo, que nem sempre é tão claro.

A princípio vamos determinar que TODO e qualquer feitiço que interfira na vida de alguém sem o consentimento desta ou contra sua vontade é uma magia negativa. Poderíamos até mesmo incluir aqui as magias de cura, em que a vítima ou objeto da magia, não faz a menor idéia de que está sendo “magiada”. Porém, como estamos desejando o melhor nesse caso, para seu restabelecimento e muitas vezes por pedido da família, podemos considerar essa uma magia neutra ou cinza.

Aliás, magia não tem cor, mas usamo-nas para referenciar o escopo das magias, por exemplo:

  • Magia Branca: Magias do bem, positivas e muitas vezes até mesmo de proteção.
  • Magia Negra: Magias do mal, negativa e muitas vezes prejudiciais. São interferências claras no livre-arbítrio de uma pessoa.
  • Magia Cinza: Fica no limiar entre magia branca e negra, muitas vezes são aquelas em que os valores morais e éticas não estão muito bem definidos.
  • Magia Vermelha: Geralmente associado a magias que se utilizam de sangue e prejudicam o próximo. Podem ser consideradas magias negativas, mas encontramos essa definição em alguns livros de folk magick.
  • Magia Verde: São magias que se utilizam apenas de elementos naturais, geralmente associados a cura.

Com essa introdução, esperamos que vocês possam acompanhar nossas postagens sobre Magias Folclóricas de forma isenta e sem preconceitos.

Saiba mais sobre magia e religião ouvindo o Caminhos Podcast 09 – Magia e Religião.


* Magiada: sendo alvo de uma magia, geralmente uma magia negativa, mas podem ser usadas para ambas as magias.

1 Hex, Jinx, Praga e Maldição em outros sistemas como o Hoodoo é usada a terminologia Cross ou “Crossing someone”, acaba sendo sinônimo de Maldição ou Praga, porém não confunda com o ato de Cruzar (que em tradução livre é a mesma coisa) que encontramos na Umbanda, na Umbanda Cruzar é abençoar.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...