Perdido em Perguntas 13 – Etiqueta no Terreiro, Espíritos Familiares e Sangue na Umbanda

Etiqueta no Terreiro, Espíritos Familiares e Sangue na Umbanda. Perdido em Perguntas é uma coluna do blog Perdido em Pensamentos, onde respondemos de forma clara e objetiva as perguntas dos leitores do blog e dos espectadores do canal.

Para enviar suas perguntas, mande um e-mail para contato@perdido.co

Perguntas dessa edição:

01 – Essa idolatria exagerada para com os guias de umbanda, quase que ter um guia te fizesse “o especial”. Nos dias atuais que vemos a todo momento por tantos veículos de comunicação e principalmente a internet, essa ostentação. Qual a sua opinião sobre isso? – Por Daniel Souza.

02 – Eu vi um vídeo sobre sacrifício animal na Umbanda e vi que tem muitos acessos. você poderia falar mais sobre isso? – Por Fabiana Ladeira de Carvalho.

03 – Uma vez fui visitar um terreiro e tinha um quadro de avisos falando sobre vestimentas, tom de voz e o sobre o que esperar dos guias. Como devo me comportar em um terreiro? – Por Daniel Moreira.

04 – Gostaria de sugerir outro tema. Sobre o uso da ayahuasca dentro dos trabalhos de umbanda. De acordo com o seu conhecimento é possível que essas práticas sejam realizadas em conjunto? – Por Daniel Moreira.

05 – Incorporo a mesma Preta-velha e erê que a minha mãe, mas ela não trabalha com eles há mais de 20 anos. Eu vejo que alguns sacerdotes de umbanda falam que isso não é certo, que você deve ter suas próprias entidades. Mas nas minhas primeiras manifestações mediúnicas, foram eles que vieram. Como que eu faço? – Por Rodrigo Mesquita Kukliewicz.

Inscreva-se no nosso canal para receber nossas atualizações.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...

  • Augusto

    Boa tarde.
    Tudo bem Douglas?
    Há uns 10 anos colaboro com o Exu tatá caveira no processo de incorporação, ou seja trabalho como medium
    Ocorre que raramente ele dá consultas diretas, apenas quando o procuram.
    Ocorreu em um dia de gira de Exu que um consulente o procurou e pediu um auxílio para que a aposentadoria fosse acelerada no órgão competente.
    Acontece que sr. Tatá Caveira pediu 7 aves quando vencesse a demanda.
    Venceu.
    O consulente procurou-me (médium) para combinar a entrega.
    Pedi que o mesmo procurasse o Sr Tatá Caveira para saber o que fazer.
    Kkkkkkk
    Em tempo:
    Em quanto ele corresse gira, tudo deveria estar em oculto para as pessoas.
    Continuando, o Sr Tatá mandou que eu e o consulente levasse as aves até o portão do Cemitério com uma garrafa de marafo, um charuto e uma vermelha.
    Acendesse a vela, o charuto e abrisse a marafa na entrada do Cemitério e o chamasse.
    Após, soltar as aves para dentro do Cemitério.
    Douglas, sinceramente, o Exu nunca tinha feito esse tipo de serviço.
    Ainda não fiz.
    A pergunta é:
    Pode ser mistificação?
    Se foi, mistificador vence demanda?
    Poderia me orientar?
    Agradeço.

    • Douglas Rainho

      Olá Augusto,

      Essa linha de Exus geralmente tem um passado como Tatás Kimbandas, ou seja, o uso de animais faz parte do ritual. Porém ele não matou os animais, pediu que os soltasse, para que fosse realizada uma magia empática, onde você reproduz no microcosmo o que quer que ocorra no macrocosmo.

      Agora respondendo as outras questões, não dizendo que é o caso, mas um mistificador pode sim CRIAR uma situação de DEMANDA e depois ele mesmo desfazer a DEMANDA para que as pessoas tenham confiança nele. Por isso que tratar com Exu é sempre complicado e deve-se ter cuidado redobrado.

      Paz, Luz e Saravá.