Carnaval: O que acontece?

carnaval[1]Não quero tratar aqui sobre a origem do Carnaval ou suas influência advindas de outras culturas, mas colocar em pauta o que representa esse período e posteriormente a quaresma para a Umbanda.

Não há nada que indique que um portal do mundo dos espíritos – principalmente dos trevosos – se abra nesse período. O que realmente ocorre é a confluência de pensamentos semelhantes a esse, que tomam forma e são fortalecidos e alimentados pelos preconceitos e pela psicosfera humana. Só de pensar em algo estamos o criando. Veja a Lei Hermética do Mentalismo: O Todo é mental!

Logo, pensou? Aconteceu! Mesmo que durante um breve instante. O ser humano, ordinariamente, não tem a Vontade, Concentração e Força necessária para manter uma ideia ou forma-pensamento funcional por longos períodos. Mas quando junta-se todo um agrupamento de pessoas com ideias semelhantes, acaba-se por alimentar a forma-pensamento, criando assim algo mais durável.

O Carnaval é isso, muitas pessoas dizem: É o dia da festa da carne, da orgia, de atitudes promíscuas, de espíritos do mal e etc. Logo, muitas pessoas pensando o mesmo vão alimentando esse conceito que toma forma e se desprende do mental apenas. Possibilitando sim a abertura de portais negativos, de evocações inconscientes de espíritos malignos e da luxúria desenfreada.

Em que isso afeta os umbandistas? Em tudo! Visto que ainda carregamos alguns preconceitos de não tocar ataques nessa época, alguns locais cobrem seus Pejís e outros nem sequer fazem giras de atendimento. Mas vamos pensar, se é nesse momento em que o ser humano mais precisa de ajuda pra se desvencilhar desses possíveis espíritos negativos, por que então devemos negar-lhes a ajuda?

Nesse período podemos sim exercer a mediunidade. Sempre dentro de um local seguro, preparado, com uma corrente bem firmada e com propósito de caridade. Não é aceito apenas que se abram mãos dos preceitos de preparação para o exercício da mediunidade.

Mas há um alerta que se deve, realmente, levar em conta. Nunca deixe sua vibração baixar, principalmente nessa época. Sei que é difícil, mas ao menos vamos tentar. Não permitindo assim se sintonizar com padrões negativos de energia e pensamento.

Você quer curtir seu feriado? Quer dançar e desfilar? Sem problema algum, mas durante isso tome cuidados e não exagere. Depois, prepare seus pensamentos e faça suas limpezas. Isso também vale pro período de quaresma, pra páscoa e pra todo o restante do ano.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...