Herbarium – Arruda

arrudaNome Popular: Arruda
Nome Científico: Ruta Graveolens

Muito conhecida, fazendo parte dos banhos ritualísticos típicos de cultos afro-brasileiros, com um cheiro característico e forte, serve tanto como um poderoso aromatizador quanto de instrumento para as benzedeiras e rezadores. Essa é a arruda, com toda sua particularidade, inclusive tendo que ser ‘batizada’ com um nome senão não cresce, segundo a sabedoria popular.

Sempre consulte um profissional capacitado para melhor utilização das ervas, plantas e óleos aqui citados. Existem dosagens específicas e as formas de administração são diversas. 

Fitoterapia e Aromaterapia

Ações: Adstringente, analgésica, antiasmática, antieplética, antiespasmódicas, anti-helmíntica, anti-hemorrágica, anti-histérica, anti-inflamatória, bactericida, calmante, carminativa, cicatrizante.

A arruda através de seu óleo essencial é um remédio homeopático utilizado há muito tempo para tratar contusões, varizes, pés cansados e feridos, articulações doloridas, rigidez nos pulsos e mãos.

Não deve ser ingerido de forma alguma, pois tem características tóxicas, podendo ser até mesmo abortiva, logo deve ser evitada de todo jeito em mulheres com suspeita de gravidez.

Usada também em forma de unguentos para massagens contra o reumatismo, a gota e dores nas costas, além de espasmos musculares. Porém nesses casos devem ser preferidos tratamentos com outras ervas, que são de menor toxicidade.

De toda forma só deve ser utilizada de forma tópica e em pequenas quantidades sempre diluídas. Doses grandes podem acarretar foto-sensibilidade.

Usos Ritualísticos

arruda1Categoria da erva: Erva Quente ou Agressiva / Erva Absorvedora.

Indicada para: Limpeza astral, retirar larvas astrais e miasmas, purificação, consumir energias negativas.

Cores: do laranja escuro ao vermelho escarlate.

Orixás ligados a essa planta: Xangô.

Planeta: Marte.

Elemento: Fogo.

A arruda possui uma aura metálica de cor vermelha intensa, também vibra em uma frequência muita próxima da aura humana, logo é muito temida pelo astral inferior. Quando se utiliza da energia da arruda, seja em defumações ou em preparos de ervas, ela irá agir como uma lâmina, retirando as larvas que se instalaram na aura e no duplo-etéreo.

Popularmente essa planta possui dois gêneros, o macho com folhas mais longas e maiores e a fêmea com folhas menores e mais estreitas. Porém ritualisticamente não possuem diferenças. Pode ser usada tanto seca quanto fresca.

Usos populares da arruda para o benzimento, utilizando um ou três galhos da planta e aspergindo água benta ou fazendo o sinal da cruz naquele que está sendo atendido. Também pode ser usado contra mau-olhado, coloando um galhinho atrás da orelha.

O cheiro da arruda é muito forte, então ou se ama ou odeia. Usada muito em defumações, principalmente na abertura de uma gira e também em banhos de limpeza.

A crença popular diz que ao plantar um pé de arruda devemos dar um nome a ele, para que ele cresça e se fortaleça, e sempre conversar com a arruda dizendo que se a mesma não vingar iremos plantar outra coisa no lugar dela.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...

  • Amo flores folhas para fazer chás folhas para banhos ou ofouror colocar folhas cheirosa n banheira e ficar de molho um tempo e relante amo o verde naturezah