Aromaterapia – Muito mais do que o olfato.

A aromaterapia, ou terapia que utiliza-se de óleos essenciais, é conhecida por muitos como uma terapia para agradar o olfato ou para perfumar o ambiente. Porém, ela é muito mais profunda do que isso. Com essa técnica aliada a outras podemos criar muitos métodos terapêuticos e conseguir melhores resultados. Podemos aliar os óleos essenciais (O.E.) em massagens, escalda-pés, tratamentos cosméticos, entre outros.

O principio da aromaterapia é extrair os óleos essenciais das plantas, onde acredita-se que estejam todas as suas propriedades terapêuticas, e então usá-lo, de formas variadas, isolado ou em combinação com outros O.E. para um objetivo específico.

O valor de cada frasco de O.E. depende da quantidade de plantas (matéria-prima) necessária para fazer o mesmo, eis o motivo dos valores variarem tanto.

A aromaterapia tem o propósito de  tratar a saúde do corpo, da mente e do espírito. É inegável o poder exercido pelos aromas em nossas vidas, quem já não sentiu um certo cheiro e a memória voou longe lembrando daquele almoço de domingo com a família, ou de um momento específico, uma lembrança, uma pessoa, etc?

A recomendação é sempre usar os O.E. juntamente de um veículo carreador, no caso um óleo vegetal, uma base neutra, um gel neutro, etc. Não se utiliza o O.E. puro diretamente na pele, com exceção do óleo essencial de lavanda e melaleuca.

 Exemplos de uso:

Queimaduras: Passar 1-2 gotas de óleo essencial de lavanda diretamente sobre a queimadura e esfregar de forma suave.

Para uma boa noite de sono: Pingar 1 gota de óleo essencial de lavanda no travesseiro, pelo menos 30 minutos antes de dormir.

Assepsia dos pés: Diluir 5 gotas de óleo essencial de melaleuca (tea tree) em 10 ml de creme neutro e passar nos pés.

Espinhas: Em um cotonete colocar 1 gota de óleo essencial de melaleuca e passar diretamente na espinha.

Cabelos Quebradiços ou Queda de Cabelo: Pingar 2-3 gotas de óleo essencial de alecrim a cada 10 ml de produto base, neste caso xampu ou condicionador.

 Resfriados: Em duas colheres (de sopa) de óleo vegetal de semente de uva, pingue 2 gotas de óleo essencial de melaleuca, 1 gota de óleo essencial de limão tahiti e 1 gota de óleo essencial de alecrim. Massageie o peito e o pescoço com esse óleo, duas vezes ao dia.

Casos de Tosse e ‘Pulmão carregado’: Misture 2 gotas de óleo essencial de eucalipto em uma banheira para bebês e crianças. No caso de adultos, pingue 2 gotas de óleo essencial em água fervente e faça a inalação dos vapores dessa mistura.

Existem ainda inúmeras aplicações aromaterápicas, porém é necessário ter cautela e saber o que se está fazendo. Os O.E. podem ser combinados, mas algumas combinações não geram sinergia, e em outros casos se anulam. Então, sempre consulte um aromaterapeuta autorizado para tal propósito.

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...