Alimentação segundo a ayurveda.

Para manter o equilíbrio dos doshas é fundamental seguir uma alimentação equilibrada e em conformidade com sua natureza.

A nutrição seguindo as recomendações da Ayurveda são sugestões, onde demonstram o que é necessário ingerir e o que é bom evitar, sempre em conformidade com o sistema dos cinco elementos: éter, ar, fogo, água e terra.

De forma alguma as tabelas abaixo dispensam a consulta a um bom nutricionista, porém você pode utilizar essas tabelas auxiliares para pedir a seu nutricionista para montar uma dieta que esteja de acordo com a ayurveda e seus doshas e também que não lhe deixe carente em nenhum quesito nutricional.

Alimentos para Vata Dosha

Alimentos para Pitta Dosha

Alimentos para Kapha Dosha

O importante a se levar em consideração é que os três doshas estão presentes no organismo e nos seus sistemas, logo uma pessoa que tem uma predominância de Pitta não necessariamente terá a ausência completa do Vata e do Kapha. Os doshas estão localizados em seus sistemas, vata é o dosha responsável pelos processos de circulação, movimento e percepção de sensações; pitta é o responsável pelos processos de transformação e metabolismo do corpo; e kapha é o responsável pela estrutura física, da forma material e coesão das diversas substâncias do corpo.
O vata se localiza preferencialmente na bexiga, intestino grosso, na região pélvica, nos membros inferiores e nos ossos. O pitta se localiza na região umbilical, no estômago, no intestino delgado, na linfa, nos olhos e na pele. O kapha se localiza acima da região cardíaca – tórax, pulmões, brônquios, cabeça, garganta – e também, no estomago, secreções, catarros e mucos, líquidos e músculos do corpo.
Com isso vemos que não podemos preferencialmente tratar um dosha em detrimento de outro, mas sim harmonizar essa relação dentro da natureza humana.
Algumas dicas para uma boa harmonização são:
  • Comer somente quando sentir fome e nunca excessivamente. Coma lentamente, para você conseguir reparar quando estiver satisfeito.
  • Não comer uma refeição até que a prévia tenha sido digerida.
  • O almoço é a principal refeição do dia, ao meio-dia, o poder digestivo é maior. O jantar deve conter alimentos leves.
  • Os seis sabores: doce, ácido, salgado, picante, amargo e adstringente devem estar presentes em todas refeições.
  • Comece comendo os doces, ou seja sobremesa, pois geralmente esse tipo de alimentação precisa de um agni mais vigoroso.
  • Sempre leve em consideração o clima antes de escolher o que comer.
  • Dar preferência sempre por comer alimentos da época.
  • Comer preferencialmente alimentos orgânicos e integral. Evite alimentos com aditivos químicos.
  • Elimine a gordura vegetal hidrogenada, como a margarina, assim como todas as fontes de gorduras trans.
  • Coma sempre em um local em que você se sinta confortável e que possa acalmar-se. Nunca coma na correria. Na hora de comer, respire profundamente, e aprecie a refeição. Faz toda a diferença.
  • Não coma assistindo televisão, lendo livros ou usando o computador.
  • Mastigue bem os alimentos, o processo da digestão começa com o processo do mastigar e a ação das enzimas contidas na saliva.
  • Sempre descanse de 10 a 15 minutos após as refeições. Um bom momento para meditar.
  • Você não é proibido de comer nada, porém deve-se evitar alguns alimentos. Caso isso não seja possível, ingira a menor quantidade possível para satisfazer a vontade, pois ficar com raiva e tenso por não poder comer algo também atrapalha toda sua harmonização.
  • Evite comer fora de casa. Aprenda a transformar o ato de preparar a sua comida em um ritual sagrado, onde sua energia será impregnada na alimentação a ser servida.

Algumas dicas acima podem não estar de acordo com as técnicas nutricionais do ocidente, porém lembre-se  que elas seguem a filosofia ayurvédica.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...