Não Julgues Teu Irmão

Amigo.

– Examina o trabalho que desempenhas.
– Analisa a própria conduta.
– Observa os atos que te definem.
– Vigia as palavras que proferes.
– Aprimora os pensamentos que emites.
– Pondera as responsabilidades que recebeste.
– Aperfeiçoa os próprios sentimentos.
– Relaciona as faltas em que, porventura, incorreste.
– Arrola os pontos fracos da própria personalidade.
– Inventaria os débitos em que te inseriste.
– Sê o investigador de ti mesmo, o defensor do próprio coração, o guarda de tua mente.

Mas, se não deténs contigo a função do juiz, chamado à cura das chagas sociais, não julgues o irmão do caminho, porque não existem dois problemas, absolutamente iguais, e cada espírito possui um campo de manifestações particulares.

Cada criatura tem o seu drama, a sua aflição, a sua dificuldade e a sua dor…

Antes de julgar, busca entender o próximo e compadece-te, para que a tua palavra seja uma luz de fraternidade no incentivo do bem.

E, acima de tudo, lembra-te de que amanhã, outros olhos pousarão sobre ti, assim como agora a tua visão se demora sobre os outros.

Então, serás julgado pelos teus julgamentos e medido, segundo as medidas que aplicas aos que te seguem.

André Luiz
Médium: Francisco Cândido Xavier
Do Livro “Comandos do Amor” – Edição IDE

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...

  • Freud já dizia que falamos do que nos é próprio, jogamos nos outro o que não gostamos em nós. julgar os outro, segundo ele, é julgarmos a nós mesmos.
    parabéns primo, essas atitudes, se seguidas por todos podem mudar muito nosso mundo.