Corpo Humano não é apenas o material.

O corpo humano é uma máquina que não teve todos os seus mecanismos ainda desvendados, e acredito que isso demorará a chegar ainda. Mesmo com o sequenciamento genético em progresso rápido ainda muitas coisas nos são estranhas. Sabemos como é a hélice dupla do DNA, sabemos como funcionam alguns genes, mas não sabemos como funcionam eles de forma composta, o que um influencia noutro, e também porque existem tantas chaves genéticas desligadas, que aparentemente, não servem para nada a não ser como lixo de DNA.

Agora imagina só o que não sabemos sobre nossa Alma, Espírito, Consciência Extracorpórea, seja lá o nome que você queira dar a isso.

Poucas pessoas procuram investigar a fundo esse tópico, e quando o fazem são taxados de loucos, esoteristas, místicos e/ou religiosos fanáticos.

O sistema cartesiano não entende ainda que o ser humano não pode ser só uma máquina alimentada por energia bioelétrica sem um propósito ou um princípio. Como explicamos a nossa consciência assim? Todas as máquinas que o homem criou, nenhuma é capaz, por mais avançada a tecnologia, de pensar por si só. E pensar eu enquadro tomar decisões e aprender com o meio. A Inteligência Artificial está aí para cobrir esse campo porém e os sentimentos, as sensações e as intuições? Seria uma máquina capaz de desvendar isso tudo? E ainda mais, seria ela capaz de aliar isso e aprender com isso? As vezes deixando a razão de lado, em um processo totalmente aleatório, e sendo guiado pelos sentimentos?

Não acredito nisso.

Nosso corpo material é apenas um instrumento para ação do nosso corpo etéreo, astral ou espiritual.

Os estudiosos esoteristas tratam do assunto dividindo o corpo em vários outros corpos e determinando suas funções e sua estrutura.

De forma um pouco mais simplista o espiritismo, o estudo das bioenergia e dos bio-corpos e outras vertentes espiritualistas dividem o ser em: Corpo Material – Aura – Duplo-Etérico – Perispírito ou Corpo-Astral e o Espírito em si.

  • Corpo Material: é o invólucro carnal que utilizamos para interagir com o mundo material. Seria nosso corpo físico, esse mesmo que sentimos todos os dias, que olhamos no espelho, etc.
  • Aura: é a propagação da energia criada pela manifestação mental do ser, propagada pelo Duplo-Etérico, que reveste o corpo etérico e material. Pode ser ilustrada como uma cortina vaporosa, um campo-de-força gasoso em volta dos corpos humanos.
  • Duplo-Etérico: é a manifestação psico-física do corpo astral, é o invólucro do perispírito. Seria o molde ou invólucro que cobre o perispírito humano. De onde se projetam os nosso centros de força ou chacras. É uma cópia do corpo material em material mais sutil e volátil, que ao desencarnar será novamente consumido pelas energias telúricas. Seria o instrumento de intercâmbio entre o corpo material e o corpo espiritual. Geralmente se projeta entre meia polegada e uma polegada do corpo material.
  • Perispírito ou Corpo-Astral: é o corpo que reveste o espírito em si. É como se fosse a moringa que contêm a água em estado líquido. Sabendo que não tem como definir o estado físico do Espírito. Segundo Allan Kardec é composto de um material muito mais sutil e feito com as energias dos planos em que se vivem. Quanto mais elevado é o Espírito mais sutil é esse corpo. É o corpo que nós temos após o desencarne.
  • Espírito: É nossa consciência, nosso verdadeiro ser, com o acumulo de todas as experiências milenares deste mesmo espírito. É a centelha divina, propagada do próprio Criador. É onde dizem que Deus habita dentro de você, pois é uma parte de Deus, dada consciência e individualidade.

Bom, acredito que são muitas informações a principio. Continuarei no tema em outros artigos.

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...

  • Realmente é um pouco complexo de inicio. Eu já estou familiarizado com essa parte, vou acompanhando os outros posts, pois é algo que tenho muito interesse em conhecer.
    Bora pro proximo!!!

  • Não é complexo de todo não. Depois de que pega-se o conceito tudo se desenvolve rapidamente. É que por ser abstrato e não termos ainda equipamentos para mensurar isso, nossa razão por vezes nos confunde.

    Apesar que para medir o bendito duplo-etéreo já existe algo chamado psicômetro.