Pequenez do ser

Ao ver esses programas de expedições à lugares ermos me inspiram e me desmotivam ao mesmo tempo.
É lindo de ver a grandeza e a diversidade que existe na natureza, novas espécies, espécies exóticas, animais estranhos e outros que se adaptam aos mais diversos ambientes.
Nesse pensamento podemos concluir o quão vasto é o mundo e o quanto ainda desconhecemos. Porém a desmotivação vem justamente dessa vertente.
Somos muito pequenos no meio disso tudo, mas o nosso impacto no mundo é gigantesco. Uma pena pensar que muitas dessas espécies serão extintas antes de notasse descendentes conhecerem seus encantos e belezas, e que muitas outras nem sequer chegarão a ser descobertas, sumido pelo impacto ambiental que causamos.
Refletir nem sempre é a ferramenta ideal nessa batalha, acredito que a ação é a maior importante, mas a mudança de hábitos, mesmo que por menores ou mais simples, já são fundamentais.
Vamos pensar? Sim…
Vamos agir? Com certeza!

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Douglas Rainho

Terapeuta Natural (Naturopata) e futuro Acupunturista, Idealizador do blog Perdido em Pensamentos e pretenso escritor. Geminiano com ascendente em Leão e lua em Touro, acredita que toda forma de estudo é importante. Médium umbandista e eterno questionador, tem interesses em temas como: Espiritualidade, Espiritismo, Umbanda, Magia e Terapias Naturais. É apaixonado pela cidade de São Paulo, onde tudo é possível. Colecionador de livros, principalmente sobre Umbanda (quanto mais antigo melhor).

Você pode gostar...

  • O homem em toda a sua existência sempre foi o maior destruidor do que o alimenta.
    Construimos muito, sempre pensando estar construindo um futuro importante e imponente, mas na verdade nossas contruções sempre arruinam o maior futuro que poderíamos ter.
    Nos matamos tentando viver!!!

    Abraços primo!!!